terça-feira, março 03, 2015

Doce e Mentirosa Democracia!

Em marco de 1964 eu tinha 10 anos e, assim como muito de vocês não sabia o que estava acontecendo quando se aflorou o Golpe Militar provocada por nossas Forças Armadas. Como os meios de comunicação, TV e jornais ainda engatinhavam, as notícias eram escassas. Só o Rádio chegava com mais rapidez, mas eu via a movimentação nas ruas, nos bares, portas de cinemas, onde eu vendia chicletes, E procurava prestar muito a atenção para entender todo aquele alvoroço. Por incrível que pareça, eu notava que a maioria da população era a favor da “Intervenção dos Militares” e derrubar o governo da época, um governo totalmente perdido em suas ideias e na forma e conduzir o Brasil. O presidente na época era João Goulart que assumiu em 1961/1964 depois da renuncia de Jânio Quadros, Eu não entendia muito bem o porquê do povo dos grandes centros como Rio e São Paulo faziam passeatas constantes apoiando o “Golpe Militar”, como se chamava na época. Com o tempo, ainda menino, fui entendendo toda aquela parafernália. O povo e os Militares tinha medo de uma investida “comunista” no território nacional, pois o governo dos civis andava por aí com laços muito fortes com os comunistas como China, Fidel Castro (Cuba) e condecorando guerrilheiros sanguinários como Che Guevara, que muitos hoje ainda idolatram. O tempo foi passando e eu tentando-me “encontrar” politicamente, pois via que muitas pessoas, jovens e universitários radicais eram contra o golpe e queriam retomar o poder de todas as formas. Não que eu fosse a favor do Golpe, mas eu via que o Brasil, ao contrário dos “contrários”, se desenvolvia num velocidade como nunca tinha se visto e, eu pensava: “Porque mexer no que está dando certo”? A indústria ia de vento em polpa. A educação, para um país chamado de 3º mundo, ia muito bem. As estradas chegavam onde nunca se imaginou passar uma carroça. A agricultura batia recorde. Os preços dos alimentos eram acessíveis. Mudar o regime só por mudar? Para muitos esse episódio foram períodos "amargos" como nunca se tinha visto. As pessoas pensavam que os militares saqueariam o Brasil e, hoje vemos que não era verdade, pois não conheço nenhum ex-presidente ou suas famílias ricas, ao contrário dos de hoje. 

Depois assumir, os militares prometeram aos civis devolver o poder assim que as coisas estivessem em ordem, mas como sempre, as mentes de esquerda, as mais malucas, que só querem se auto promover para chegar ao poder, como aconteceu no Brasil nos últimos 12 anos não se via por satisfeitas. Este pessoal que está aí no poder, fora o Lula que não passa de um agitador, mas é o “chefe da quadrilha” por que tem votos, são todos terroristas que mataram, roubaram bancos e tentaram tomar o país para torna-lo comunista, assim como aconteceu em Cuba e Venezuela hoje os países mais pobres do mundo apesar do potencial turístico (Cuba) e do petróleo (Venezuela). O Regime Militar, prometeu, demorou, mas cumpriu sua palavra e devolveu aos civis o poder e, além disso, aplicou a “Lei da Anistia” deixando retornar ao Brasil todos eles, “assassinos heróis” que derramaram o mesmo sangue “vermelho” que os militares. Graças a eles, além de quebrar nossas melhores empresas como a Petrobrás, nossa juventude sente repulsa pela autoridade numa total inversão de valores. De lá pra cá confundiram a “democracia” com libertinagem. Para se ganhar uma eleição hoje são feitas falcatruas e corrupções. Governantes ficando ricos da noite para o dia, filhos de políticos virando empresários de um dia para o outro e ficando rico antes que a noite acabe tudo à custa do trabalho dos trabalhadores honestos que pagam os mais caros impostos do mundo. Hoje temos uma “Pátria Educadora” onde não temos infraestrutura nas escolas, merendas, transportes para os alunos que mais precisam e, o pior, professor ganhando uma ninharia e não sendo respeitados por pais e alunos. Nossa “justiça” é falha, pois nos tribunais superiores só empossam juízes escolhidos pelos governantes, ou seja, nossa justiça hoje é só aplicada para “ladrão de galinhas”. Se algum dia algum país invadir nosso território sabe que vai dar suas vidas para nos salvar? Nossas “Forças Armadas” e não o exército do Lula e do Stédile. Se o remédio para nosso bem viver for essa Doce e Mentirosa Democracia, não quero mais tomar, prefiro “Chá de Boldo” e comer “Jiló”. Até a próxima.

sábado, fevereiro 28, 2015

Salvem os Homens!

Outro dia assistindo um desses programas da tarde (baixaria pura), era entrevistada uma mulher “detonando os homens” como se eles (nós) fossem o pior dos seres vivos deste planeta. Aí a apresentadora perguntou se ela era casada e a resposta foi óbvia: sim e, que já tinha se divorciado 2 vezes. Dei uma bela de uma risada, não porque acho que somos perfeitos, mas por que vi o porquê da imperfeição de muitos relacionamentos ou casamentos. Realmente têm homens que não dão o mínimo de atenção à suas esposas e acabam com qualquer relacionamento, depois voltam iguais a um cachorrinho para suas mulheres pedindo perdão. Às vezes porque reconheceram seus erros e outras vezes porque deram com a cara na parede da vida e sem opções batem novamente na porta. Só que também, têm mulheres que não dão valor a quem está do seu lado. Mesmo ele sendo um belo e raro exemplar, que as mantém firmes, são deixados de lado como um objeto apenas de consumo em todos os sentidos. Foi aí que me lembrei de um belo texto da nossa grande musa e uma das maiores artistas da TV, cinema e teatro “Fernanda Montenegro” com o título: “Salvem os Homens”, onde peguei o gancho. Sei que a maioria das pessoas que gostam de ler já se deliciou com essa obra, mas vou repetir aqui os melhores momentos, não para me envaidecer ou qualquer outro homem, mas para mostrar que se um “erro não justifica o outro”, um “erro pode levar a outro”. Ela diz assim: HABITAT: Homem não pode ser mantido em cativeiro. Se for engaiolado, fugirá ou morrerá por dentro. Não há corrente que os prenda e os que se submetem à jaula perdem o seu DNA. Você jamais terá a posse ou a propriedade de um homem, o que vai prendê-lo a você é uma linha frágil que precisa ser reforçada diariamente., com dedicação, atenção, carinho e amor. CARINHO: Também faz parte deu cardápio – homem mal tratado fica vulnerável a rapidamente interessar-se na rua por quem o trata melhor. Se você quer ter a dedicação de um companheiro completo, trate-o muito bem, caso contrário outra o fará e você só saberá quando não houver mais volta.

RESPEITE A NATUREZA: Você não suporta trabalho em casa? Cerveja? Futebol? Pescaria? Amigos? Carros? Case-se com uma mulher. Homens são folgados. Desarrumam tudo. São durões. Não gostam de telefones. Odeiam discutir a relação. Odeiam shoppings. Enfim, se quiser viver com um homem, prepare-se para isso. NÃO ANULE SUA ORIGEM: Homem sempre foi macho provedor da família, portanto é típico valorizar negócios, trabalho, dinheiro, finanças, investimentos. Entenda tudo isso e apoie. O CÉREBRO MASCULINO NÃO É UM MITO: Por insegurança, a maioria dos homens prefere não acreditar na existência do cérebro feminino, mas não gostam de mulheres burras. Por isso, procuram aquelas que fingem não possuí-lo então, aguente mais essa: mulher sem cérebro não é mulher, mas um mero objeto de decoração. Se você se cansou de colecionar amigos gays e homossexuais delicados, tente se relacionar com um homem de verdade. Alguns vão lhe mostrar que têm mais massa cinzenta do que você. Não fuja desses, aprenda com eles e cresça. E não se preocupe, ao contrário do que ocorre com as mulheres, a inteligência não funciona como repelente para os homens. Não faça sombra a ele... Se você quiser ser uma grande mulher tenha um grande homem ao seu lado, nunca atrás, /assim, quando ele brilhar, você vai pegar um bronzeado. Porém, se ele tiver atrás, você vai levar um pé-na-bunda. Aceite: homens também têm luz própria e não dependem de nós para brilhar. A mulher sábia alimenta os potenciais do parceiro e os utiliza para motivar os próprios. Ela sabe que, preservando e cultivando o seu homem, ela estará salvando a si mesma. E minha Amiga, se Você acha que Homem dá muito trabalho, case-se com uma Mulher e aí Você vai ver o que é Mau Humor! A Fernanda matou a pau não foi? Afinal ela viveu 56 anos com seu marido que faleceu. Mas eu garanto, para cada homem raro desse jeito deve ter duas mulheres da mesma forma. Até a próxima.

terça-feira, fevereiro 24, 2015

Sem Respeito Não se Faz Justiça Social!

Muita gente não sabe direito o que realmente quer dizer essa palavra: “Respeito”. Pensam que é só respeitar as pessoas, pai e mão e etc., é mesmo, mas não é só isto. Respeito em sua essência quer dizer com todas as letras: “apreço, consideração, deferência”. Ter respeito por alguém pode implicar um comportamento de submissão e temor. O “respeito” é um dos valores mais importantes do ser humano e tem grande importância na interação social. O “respeito” impede que uma pessoa tenha atitudes reprováveis em relação â outra e o “respeito” mútuo é uma das formas básicas e essenciais para uma convivência saudável, sendo assim, é necessário “respeitar para ser respeitado”, o que na maioria dos casos não acontece. Não se pode confundir também “respeito” com concordância, ou seja, concordar em tudo com a outra pessoa por suas escolhas, desde que essas escolhas sejam corretas e não causem danos e desrespeitem os outros. Mas o respeito é também um sentimento que leva à obediência e cumprimento de normas e Leis, assim como religião, crenças e condutas. Agora eu pergunto: Isto está acontecendo no Brasil? Aposto que a maioria responderá “não”, em todos os sentidos. Infelizmente, de uns 50 anos pra cá a este belo conceito de convivência entre as pessoas, o “respeito”, vem se deteriorando, sendo ignorado pelos mais jovens e até por quem achava esse conceito fundamental em suas vidas. Nenhum país nesse planeta vive sem um comando, é como se fosse a sua casa, se não vira bagunça, então vamos falar nos comandos: A POLÍTICA: o político vai para as ruas, paras os rádios e tevês e até em sua casa pedir seu voto e seu apoio prometendo melhorar sua vida. É como se ele tivesse te pedindo um emprego, sendo assim, você se torna “patrão” dele, correto? Mas o que acontece depois! Nunca mais você o vê. Nunca mais você tem contato com ele. Nunca mais você sequer poderá chegar perto dele em seu suntuoso gabinete e, tudo que ele te prometeu fará justamente o contrário, em sua grande maioria. 

Depois que estão lá independente do alto salário sem embrenham na corrupção tirando verbas daquilo que é mais fundamental para você como: educação, saúde e segurança e outros mais, em benefício próprio. É o que estamos vendo acontecer no maior escândalo que o Brasil já viu, o da Petrobrás, onde poderá trazer sérias consequências para o povo como a inflação na tentativa de evitar o “rombo” com a alta dos juros, impostos e taxas essenciais como gasolina, água e energia. Certamente, os políticos não têm respeito por você. A JUSTIÇA: Infelizmente nossa justiça é falha. São tantas Leis e com interpretações diferentes que dá um nó na cabeça de qualquer advogado ou Juiz, imagine no cidadão comum. A polícia prende e a justiça imediatamente solta. Menor pode votar, mas quando mata ou rouba a partir dos 18 anos vira “santo”. Bandido não tem mais medo de polícia ao ponto do policial ter que esconder sua identidade, aquela que todo mundo tremia quando via. Hoje um policial é morto a cada 30 horas. E sabe o que acontece com os bandidos? Nada. É como se estivesse matando um porco em um abatedouro. E sabe o que o governo e o Congresso faz sobre isto? Nada. Estas são as palavras: “Nada” para o cidadão e “tudo” para a bandidagem, entre eles políticos corruptos. NOSSA CASA: Em nossas casas a coisa é diferente. O “respeito” ainda existe, mas infelizmente não é na maioria. Hoje vemos uma falta de educação absurda. São crianças e jovens que não respeitam os mais velhos e até batem em professores. Jovens que não respeitam filas, que se fingem de mortos dentro de ônibus para não dar o assento aos mais idosos. Pais que ao invés de castigarem seus filhos e lhes ensinarem bons conceitos, sequer olham a lição de casa passada na escola. São com essas atitudes que teremos futuros “bandidos” que serão também nossos futuros “políticos”. Este é o nosso País. Um Brasil que todos amamos e que a “presidenta” tem a “cara de pau” de chamar de “Pátria Educadora”. A pátria onde as escolas não têm verbas, professores, merendas e estão caindo aos pedaços. Até a próxima.

segunda-feira, fevereiro 23, 2015

Brasil! O Eterno País do Futuro.

Depois de “um longo e tenebroso inverno” em que estive sem escrever no Blog, por motivo de força maior, volto aqui para dar minha opinião do que está acontecendo no Brasil atualmente, “doa a quem doer”, pois “nem que a vaca tussa” eu deixaria de fazê-lo. Mas vamos lá; Eu não sei você, mas eu estou abismado com os últimos acontecimentos, que eu “nunca vi na história desse país”. É tanta falcatrua, relatórios maquiados, roubalheiras infinitas, o dinheiro saindo pelo ladrão e com o ladrão e ninguém faz nada. Nem a Justiça, nem o “povo” e muito menos o Congresso. Não posso falar nada do governo por que são eles que estão envolvidos e atolados até o pescoço em todos esses escândalos em que o país e o povo vão perdendo “bilhões”, que de perdido não tem nada, pois tem direção certa, o bolso dos partidos, dos funcionários públicos corruptos e dos empresários, que muitas vezes são “obrigados” a darem propinas ou não são nem lembrados para fazer qualquer tipo de obra que tem a batuta do governo. A justiça investiga? Claro que investiga e aponta até os culpados, mas depois vem à base aliada do governo no Poder Judiciário como STJ, STF, MPF, CGU e seus ferozes advogados, que inclusive têm livre acesso ao Ministro da Justiça e põe tudo por água abaixo, engaveta o processo e pronto, como aconteceu na maioria dos escândalos e vem acontecendo agora naquela que era, mas não é mais, uma das maiores empresas petrolíferas do mundo, a Petrobrás. Agora, depois de passar mais de 30 dias sem aparecer, a “presidenta” Dilma aparece e fala que a culpa de toda essa corrupção não teria acontecido se tivessem investigado a Petrobrás no governo FHC como uma coisa justificasse a outra. E o pior de tudo que mesmo com os empresários envolvidos, doleiros e etc. que já confessaram seus crimes, onde dizem que foram arrecadados mais de 200 milhões de reais em propina só para o PT, ainda tem parlamentar do partido e seus aliados que teimam em dizer que não há corrupção alguma dando um “tapa na cara do povo brasileiro” sem dizer estar chamando todo povo de burro ou coisa parecida.

Mero engano. Mal sabem eles que o povo está de olho, ou pelo menos a metade dele que não votou neste governo além de muita gente esperando as promessas eleitoreiras que a presidenta fez para ganhar as eleições a qualquer custo mesmo sabendo não poderia cumpri-las. Os 4,5 bilhões de reais desviados das obras da Petrobrás dariam para ajudar a equilibrar as contas do país, mas não, encontraram uma saída mais fácil e boa para todos eles, aumentaram impostos, luz, gasolina. Esse tipo de coisa vai fazer a inflação disparar e fazer o nosso rico dinheirinho ganho com todo suor a desaparecer dos nossos bolsos, principalmente para os mais pobres que recebem o “Bolsa Família” que daqui uns dias não dará nem para tomar um pinga, no bom sentido. E sabem quem é o maior economista do país? Pelo menos para a presidenta? Seu “cumpanheiro” LULA que já disse em alto e bom tom que não gosta de ler, mas manda e desmanda em todo o governo como um “ditador” da pior espécie. Do jeito que está indo em menos de dois anos nós estaremos no fundo do posso, mais ou menos parecido como está a Venezuela hoje onde o povo não tem mais sequer o que comprar e vivendo em um regime de exceção, ou Cuba onde seus governantes usam “Rolex” e seus súditos sequer tem uma sandália para calçar. A sorte deste governo é que o “brasileiro” enche estádios, a Marquês de Sapucaí, mas não vai às ruas para mostrar o que está errado ou reivindicar seus direitos. Falam em impeachment nos botecos, nas praças, em rodas de amigos, mas não fazem o que é mais necessário: “agir”. E o governo sabe disso, sabe da ignorância política de grande parte da população, por isso comete todas essas atrocidades contra seu povo. Nós precisamos mudar nossas Leis, principalmente a Lei Eleitoral e parar com esse negócio de reeleição, pois entra um governo e já começa a trabalhar para a próxima eleição e, é aí que mora a corrupção. Mesmo assim ainda tenho Fé. Vou trabalhar pra isso, se não tirarem meu Blog do ar novamente. Até a Próxima. 

Pedir Perdão ou Perdoar Não é Para Qualquer Um!

Há um tempo, escrevi uma postagem no Blog, chamada “A Mágoa Adoece e o Perdão Cura”! Eu dizia que notava que toda vez que eu pensava em uma das “mágoas” que eu tinha sofrido eu ficava tenso e me dava um bolo no estômago como se a comida não fizesse digestão. Quando perdoava a pessoa que me magoava, dava uma sensação de perder 10 kg, coisa que a gente não consegue nem fazendo academia todos os dias. Isto nos leva a uma ideia que devemos perdoar sempre, mas será? Será que temos que perdoar sempre qualquer coisa, já que dizem que o “perdão tem o poder de cura”? Cá com meus anzóis, acho que realmente devemos perdoar, mas... Temos que saber o que e porque perdoar. Tem gente que nem se quer tem a coragem de pedir “perdão” pelo erro que cometeu com a outra, mas depois diz que a pessoa é rancorosa por não perdoar. Então resolvi perdoar só o que me diz que seja sensato perdoar. Já estou cansado de gente “soberba” que acha que tudo tem razão e não mede palavras ou atos que magoam o outro, seja lá quem for ao ponto de mesmo sabendo que errou não pedir “perdão” nunca. Muita gente se vale da Bíblia para explicar o perdão como diz Mateus 18:21-22, onde Pedro se aproxima de Jesus e diz: Senhor, quantas vezes pecará meu irmão contra mim e eu lhe perdoarei? Até sete? Jesus lhe disse: "Não te digo que até sete, mas até setenta vezes sete". Eu concordo, mas esta pessoa tem que saber também que como dizia William Shakespeare: A mágoa altera as estações e as horas de repouso, fazendo da noite dia e do dia noite”. Isto quer dizer amigos, que o magoado sofre 24 horas por dia, enquanto quem magoa não está nem aí. Às vezes nós sofremos mais por causa das pessoas do que por causa de nós mesmos, ou das circunstâncias. Ninguém está livre disso. 

Nós decepcionamos as pessoas assim como somos decepcionados seja na família, amigos, trabalho ou relacionamentos onde feridas são abertas e mágoas profundas se instalam. Tudo entra em colapso e, todos os tipos de relacionamentos são abalados e até rompidos. A mágoa é autodestrutiva. Dizem que quando alguém nos desaponta nos fere, quando perdemos algo importante ou sofremos alguma injustiça, a raiva e a indignação são sentimentos normais, mas o problema é quando esses sentimentos se transformam em mágoa e amargura. Quando guardamos uma mágoa, o cérebro reage como se estivéssemos em perigo naquele momento. Ele produz substâncias químicas ligadas ao estresse, que limitam as nossas ações. A parte pensante do cérebro fica limitada, é quando agimos sem pensar para nos livrarmos da sensação de perigo. E é aí que mora o perigo! Perigo de uma explosão momentânea que pode causar danos e decisões irreversíveis ao causador ou ao magoado, ao ponto de nunca haver “perdão entre eles”. Toda mágoa tem um motivo, como disse Alan Kardec, “Todo efeito tem uma causa. Todo efeito inteligente tem uma causa inteligente. O poder da causa inteligente está na “razão” da grandeza do efeito”. Sendo assim, se você magoou ou foi magoado procure saber também onde você errou para chegar tal desfecho. Quem não se lembra dessa frase de Mario Lago: “Perdão foi feito pra gente pedir”? Se você concorda com essa frase, deixe a “soberbade lado e se curve a razão. Pedir perdão ou perdoar é coisas de pessoas fortes e não dos fracos” (Gandhi). Procure dentro do possível e da gravidade da coisa também perdoar ou, cada um para seu lado, pois “o tempo não comprou passagem de volta, ficaremos só nas lembranças e não saudades”. Essa mensagem tem direção. Até a próxima.

A Maior Arma Contra o Crime Sempre Será o Livro!

“Não vá ao Brasil. Lá o crime é livre e tem total suporte do governo. Os menores de 16 anos tem passe livre para todo tipo de crime. A justiça do País não tem Lei para crimes cruéis de morte e estupro em Transporte público”. Isto é a tradução do texto da imagem ao lado que corre nos EUA e em toda a Europa. O texto é mentiroso? Aposto que 90% dos brasileiros pensam da mesma forma, a não serem os que idolatram os governos que vêm se sucedendo desde a entrada da tão esperada “democracia” onde a Lei e a Ordem são palavras fora do dicionário dos políticos e da justiça que esqueceram que a palavra liberdade tem seus limites. Para ter uma ideia, de 1980 para cá à criminalidade cresceu 337%, principalmente nos últimos 10 anos. Enquanto milhões de pessoas em todo mundo fazem passeatas para protestar dos ataques de terroristas que culminaram da morte de 18 pessoas na França, no Brasil se mata 56 mil pessoas todos os anos, ou 153 por dia, mais que qualquer conflito de guerra munda a fora. Das 50 cidades mais violentas do mundo, 16 deles são cidades brasileiras incluindo o Distrito Federal, capital de todos os brasileiros onde se concentra toda a força do poder, das Leis e da justiça. Outro dado alarmante é que segundo pesquisas de cada 100 crimes cometidos, mais de 90 nunca foram descobertos. E, assim, somente uma faixa de 5% a 8% dos criminosos são punidos. Não pensem que estou falando do governo do PT, estou generalizando, são todos os governos e dos poderes judiciários que hoje não tem mais independência, como também não tinha da “ditadura”. A maioria dos juízes de todos os órgãos, principalmente da suprema corte (STF) são escolhidos pelo comando do governo. Sendo assim, na maioria das vezes não julgam com isenção políticos e corruptos ligados aos órgãos federais. O crime se banalizou de tal forma que todos os dias polícias são mortos por bandidos, Brasil a fora sabendo não vai dar em nada. 

Nos anos 60 e 70 bastava à gente ver um policial que já dava tremedeira, não por medo, mas por respeito. Hoje, policiais escondem sua verdadeira identidade, principalmente em sua comunidade com medo de ser assassinado ou para preservar sua família. O “menor” hoje é usado como “arma” pelos bandidos e traficantes, pois sabem que tanto faz o menor matar 1 (um) ou 1000 (mil) é a mesma coisa, pois a Lei permite que esse menor saia da prisão no outro dia e, o pior, quando completa a maioridade, seus crimes são prescritos. Outro ponto preocupante é o nosso sistema de educação. Nossas escolas públicas são um “lixo” só, onde os professores não são respeitados e ganham uma ninharia perto do que oferecem. Agora no ano de 2015 a nossa “presidenta” Dilma deu uma ótima notícia para todos nós que dizia: “Nosso lema será: Brasil, Pátria Educadora”, só que no outro dia cortou 7 bilhões de reais da educação. Bastaria acabar com um só Ministério dos 39 existentes que só servem de cabide de emprego que já cortaria os gastos necessários para recuperar a economia e não da educação que é a prioridade para qualquer povo. Todos sabem que nenhum país prospera sem educação de qualidade. Essa seria a maior arma contra o aumento da criminalidade, mas o que vemos aí é 530 mil alunos tirando nota “zero” em redação no ENEM. Hoje o aluno não escreve mais, digita. O aluno não lê mais, olha as figuras. Nem os pais se sentam mais com os filhos na mesa para ensinar, pois estão ocupados demais com o “ZAP-ZAP”. E nem pensem vocês que só pai rico não, pois qualquer pessoa da chamada classe “C” tem mais aparelho celular de ponta que panela em casa. Se quisermos diminuir estes índices de criminalidade temos que investir fortemente na educação, revisão das Leis e dar a “justiça”, todos os órgãos, independência total para que possa atuar com isenção sem depender de ninguém. Sabem quem é a pessoa mais importante no Japão? O Professor, depois o Imperador! Basta copiar o exemplo. Até a próxima.

A Um Passo da Catástrofe!

A Primeira Guerra se iniciou, segundo a história, pelo assassinato em Saravejo do Arquiduque do de Francisco Fernando Império Austro-húngaro e sua esposa Sofia em 1914 pelo nacionalista sérvio Gavrillo Princip, um estudante sérvio que fazia parte de um grupo de quinze assaltantes que formavam a “Bósnia Jovem”, que atuava em conjunto com um grupo ultranacionalista “Mão Negra”. Daí já se deve perceber que um pequeno grupo ignorado fez um estrago tremendo no mundo fazendo no mínimo 9 (nove) milhões de mortos. A Segunda Guerra se iniciou, não só por causas de nacionalismo, rivalidades econômicas, armamentismo ou coisa parecida. Todos estes fatores davam para serem resolvidos pelo diálogo, mas não, tinha que ter um sindicalista louco, presidente e líder do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães chamado, Adolf Hitler, quem invadiu a Polônia dando início a esse conflito que durou 5 anos e matou mais de 59 (cinquenta e nove) milhões de pessoas, inclusive 26 (vinte e seis) mil brasileiros que nada tinha haver com o conflito. Dizem por aí que uma andorinha só não faz verão, mas o que estamos vendo depois deste ataque de dois ou três terroristas na França onde assassinaram friamente pessoas e jornalistas inocentes que davam sua opinião sobre as coisas que acontecem mundo afora, assim como no Brasil onde a “censura” parece estar igual a dos militares que tanto combatemos, infelizmente. O que aconteceu na França, não se esquecendo do 11 de setembro do EUA, são coisas de extremistas que por não aceitar qualquer opinião ou ato contrário a aquilo que contradiz este tipo de gente, em vez do diálogo, usam de violência mantando inocentes deixando cada cidadão olhando para os lados e não confiando mais uns aos outros. Lá como na Europa afora e nos países islâmicos, temos também malucos nos países sul-americanos onde também adotam um comunismo reacionário. 

Se depois de todas essas guerras onde foram exterminados milhões de pessoas inocentes, pois não foi por sua própria vontade e sim em nome de um partido ou de um líder maluco, o povo não acordar, simplesmente terá a “Terceira Guerra Mundial” e última. Será que seremos exterminados por um grupinho qualquer? Em nome da paz no mundo e o programo da democracia, muitas nações, poderosas ou não se curvam ao aleitamento desses canalhas que fizeram da França um Luto. Tá todo mundo careca de saber que o mundo hoje só existe alguns países comunistas ou reacionários como estes que cometeram este crime hediondo a troco de nada, mas mesmo assim, eles venceram. Mesmo sendo mortos, deixaram uma marca negra diante de todos nós. A medida está em exterminar todos eles? Não! A medida é não deixar um grupinho se formar e ninguém fazer nada. Isto acontece em qualquer país, onde um grupo ser formou e tomou o poder. Se esse grupo é bom ou não, não me interessa, o que interessa é que não podemos deixar ninguém se eternizar nem no poder e nem abaixo dele. Os países, fora o Brasil, onde sofre recorrentes atentados têm que tomar uma providência de resposta de guerra entre quem quer deixar as pessoas ao Deus dará. E nos países como os latinos americanos onde morrem mais pessoas por mês que todos os atentados do mundo todo em um ano, têm que combater o terrorismo da política reacionária e nepotista para que seu povo tenha liberdade, direitos e justiça igualitária. Antigamente, a justiça era independente, doa a quem doer hoje à justiça é comandado pelo mandatário, ou seja, seja justo do jeito que eu mandar. Se o mundo não quiser uma “Terceira Guerra”, que comecemos agora em punir os que não querem a paz para que nossas futuras gerações não sofram o que está acontecendo. Até a próxima.

Se Você Não Mudar, Não Haverá Um Ano Novo!


Todo início de um novo ano, nós ansiamos por mudanças para garantir uma melhor qualidade de vida. O problema é que apenas uma minoria consegue tal façanha, ou porque escolheu um caminho errado ou porque só ficou mesmo na vontade de mudar e não na ação de mudar. Todos sabem que nada cai do Céu, é preciso almejar e agir. Não adianta pedir para 2015 ser melhor que 2014 se suas atitudes continuarem as mesmas. Para que uma mudança tenha valor, precisa ser duradoura e consistente, já que todos nós já experimentamos mudanças por um momento, só para nos sentirmos frustrados e desapontados no fim. Na verdade, muitas pessoas receiam tentar mudar porque acreditam inconscientemente que a mudança será apenas temporária. O bom de tudo é a tal “esperança”. Ela faz com que o ano novo traga perspectivas podem ser pensadas, e que cada novo dia possa ter a possibilidade de mudanças. Tem a possibilidade de olhar os mesmos problemas por outro prisma, e que esse novo olhar depende daquilo que pretende alcançar e o quão quer ou não quer fazer algo. Desejar apenas, não passa de intenção, e intenção não é ação. Ação é realizar, e tomar decisão de agir e obter o resultado pretendido. Sempre que você quiser sinceramente efetuar uma mudança, a primeira coisa que precisará fazer é elevar seus padrões. Mudar o que exige de nós mesmos. Fazer uma lista de todas as coisas que não aceitaríamos mais na vida, de todas as coisas que não iríamos mais tolerar, e de tudo o que aspiramos ser. Mudar uma organização, um país ou o mundo, começa com um simples passo de mudar a si próprio. Se você levantar seus padrões, mas não acreditar realmente que poderá atingi-los, é que já sabotou a si próprio e, nesse casso, nem chegará a tentar, pois vai lhe faltar convicção para que isto aconteça.

Um amigo, André Lima que dá consultas da Técnica de Libertação Emocional lista alguns conselhos importantes como: Praticar a Gratidão O sentimento de gratidão gera bem estar e alegria. Isso nos deixa mais criativos e otimistas e nos ajuda a ter boas ideias e enxergar melhor as oportunidades. Ou seja, gratidão ajuda a atrair mais situações pelas quais nos sentiremos gratos. É o que muitos chamam de “lei da atração”. Abandonar as lamurias e reclamaçõesLamuriar é contrário de agradecer. Traz mal estar, nos deixam mais pessimistas, bloqueia a nossa criatividade. Vicia a mente em encontrar mais razões para se queixar. Libertar-se de crenças nocivas com relação ao dinheiro Pensamentos do tipo: dinheiro atrai inveja, tira a paz interior, escraviza o homem, corrompe, dinheiro atrai falsos amigos e etc., fazem com que você se sabote e deseje se afastar do dinheiro para sua própria proteção, mesmo que racionalmente você diga querer mais abundância. Libertar-se de crenças nocivas com relação a sua profissãoCrenças do tipo: Professor nasceu pra sofrer; empresário pequeno não tem como crescer; o mercado paga mal para tal profissão e etc. Isto bloqueia as ideias e deixam as pessoas presas na difícil situação em que a maioria se encontra. Pois bem amigos, estes ensinamentos são bem interessantes, mas também precisamos mudar estratégias e desenvolver a convicção de que podemos atingir os novos padrões antes de fazê-los. Compartilhar experiências. Desejar e ansiar por coisas que são viáveis e passíveis. Seja proativo na busca de objetivos e, principalmente Perdoar sem a preocupação com a opinião dos outros sobre você. Não perca tempo comparando sua vida com a dos outros esquecendo o passado e, viver o presente planejando um grande futuro. Feliz 2015 a todos nós. Até a próxima.


segunda-feira, dezembro 22, 2014

Menos um Ano, Mais Esperança!

Chegou o Natal! Data especial para todas as pessoas que acreditam que existe um Ser iluminado que nasceu neste dia e que veio para revolucionar os sentimentos que carregamos dentro de nós, principalmente o nosso arrependimento que nos corrói quando chegamos à conclusão que erramos. Foi isso melhorou o mundo, apesar de que “crucificaram” o Dono da festa por acharem que ele vinha para tomar o poder dos tiranos. Depois que o espancaram e o crucificaram, o “tiro saiu pela culatra”, pois ele não morreu, mas nasceu para a vida eterna e continua até hoje arrancando lágrimas de todos nós neste dia fatídico. Ele veio justamente para acolher os que sofriam com as tiranias dos que só olham para os próprios pés e poder. Isto serviu como um aprendizado para as pessoas de bem e mais ainda para os inimigos deste Homem, pois como dizem: “O sábio aprende com os inimigos e o tolo como os amigos”. Esta data de Natal que traduzindo quer dizer “nascimento” é Santa e nos dá a chance da reflexão, do arrependimento, de perdoar e ser perdoado. Este Homem que veio a terra enviado pelo nosso Deus criador em “carne e osso”, como nós e, se transformou em “espírito”, mas antes Dele partir para o lado de Seu Pai nos deixou mais uma lição em sua última e Santa Ceia na terra: “Tomai todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue, o Sangue da nova e eterna aliança. Que será derramado por vós e por todos, para a remissão dos pecados. Fazem isto em memória de Mim”. Este Homem se chama “Jesus Cristo” que muitos dizem que não acreditam, mas eu aposto como isso é só da boca pra fora, pois já cansei de ver “ateu” que na hora do perigo seu primeiro grito de espanto e medo diz: “Ó meu Deus”. Nestas horas, nunca pensamos com o cérebro, mas sim com o coração. Só que infelizmente este fato não acontece com todos nós. Então que neste Natal olhemos para dentro e coloquemos para fora apenas coisas boas. 

Agora vem aí também um novo ano. Uma nova chance de fazermos um filtro das coisas boas que fizemos e que nos aconteceram levando para esse novo ciclo e, como ninguém é prefeito, que deixemos para trás todos os nossos erros, mas nunca esquecendo os aprendizados que tivemos com eles. Só que como ninguém vive sozinho e sempre dependemos do outrem, temos que perdoar nossos “inimigos”, conservar nossos amigos e fazer um esforço para conquistar novas amizades. Ao montar sua Árvore de Natal que você seja iluminado ao armar uma dessas como neste texto: Quisera Senhor, neste Natal, armar uma árvore dentro do meu coração e nela pendurar em vez de presentes, os nomes de todos os meus amigos. Os amigos de longe e de perto. Os antigos e os mais recentes. Os que vejo a cada dia e os que raramente encontro. Os de sempre lembrados e os que ás vezes ficam esquecidos. Os constantes e os intermitentes; os que, sem querer, eu magoei, ou sem querer me magoaram. Aqueles a quem conheço profundamente e aqueles que não me são conhecidos, a não ser nas aparências. Os que pouco me devem e aqueles há quem muito devo. Meus amigos humildes a meus amigos importantes. Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida. Os das horas difíceis e os das horas alegres. Quisera eu uma árvore de raízes muito profundas para que seus nomes nunca mais sejam arrancados do meu coração. De ramos muito extensos, para que novos nomes, vindos de todas as partes, venham juntar-se aos existentes. De sombras muito agradáveis para que nossa amizade seja um aumento de repouso nas lutas da vida”. Quero que seu Natal e seu Ano Novo sejam iluminados pelo seu sorriso e que a esperança deste começo de ano seja renovada diariamente, trazendo aos seus dias, tudo o que deseja e merece. Boas festasAté a próxima.

sexta-feira, dezembro 19, 2014

Coisas Simples Brilham no Céu como Diamantes!

Sem dúvida alguma, quem critica a tecnologia e seu avanço constante está dando um tiro no pé, pois ninguém mais vive sem ela e jamais viverá, mas se você tem mais de 40 anos deve se lembrar de certos “brinquedos” ou “brincadeiras” que nos deixaram saudades. Coisas sem nenhuma tecnologia a não ser a tecnologia de nossas habilidades. Um exemplo é o futebol. As bolas eram de couro e pesava o dobro das de hoje, mesmo assim ao acabarem nossas “peladas” limpávamos, passávamos um “sebo de boi”, deixava secar e guardávamos com todo carinho para a próxima, pois era uma coisa rara e cara, nem todos tinham. Hoje em dia, as bolas são de tecidos sintéticos e praticamente descartáveis. Tínhamos também o “Bilboquê” em que passávamos horas treinando ou disputando para ver quem acertava mais a vareta no buraco da esfera de madeira. Este jogo nos permitia aguçar nossos reflexos. Tínhamos também o “carrinho de rolimãs”, um tipo de “fórmula um” de nossa infância, só que em vez de motor, éramos empurrados por um colega e, sem ele, em alguma descida e, era dirigido com os pés e não com as mãos. Este brinquedo acredite ou não, ajudou muitos campeões de corridas de automóveis, pois adquiram habilidades de direção no percurso. E quem não se lembra do jogo do jogo de “Betes”, onde era jogado em duplas. O objetivo principal do jogo é fazer corridas exaustivas com a bola lançada pelo jogador adversário, sendo que durante o tempo em que o adversário corre atrás da bola, a dupla que rebateu devia cruzar os “betes” chamados de tacos, no centro do campo, fazendo assim pontos cada vez que cruzavam. Este jogo proporcionava a criança um preparo físico e uma resistência invejável. Quem praticava desta “brincadeira” chegava às aulas de “Educação Física” e se destacavam no futebol e outros que exigiam força extrema. 
O tempo foi passando e surgiram novos “passatempos” como o “Banco Imobiliário” que até hoje é praticado por milhões de pessoas mundo afora, assim como o “Xadrez” e “Dama”. Jogos que através da participação ocasional ou organizada, visa equilibrar a saúde ou melhorar a aptidão física e/ou mental e proporcionar entretenimento aos participantes. Esses exemplos são poucos para que, no bom sentido, a “molecada” de hoje revejam seu afazeres. Como disse acima, não temos como correr da tecnologia. Hoje é praticamente impossível correr do “celular” e principalmente do “computador” ou, seremos esquecidos. Muita gente acha que quem não usar essas tecnologias não são capazes, ao contrário, se você vive somente em um mundo tecnológico, pense bem, pois quem irá assentar o piso ou fazer a pintura de sua casa? Pelo que eu saiba, ainda não inventaram o operário virtual. Sabem por que resolvi escrever esse artigo? Porque resolvi fazer uma pequena horta aqui em casa. Pulei do “computador” para a “enxada” e estou a dois dias andando igual a uma tartaruga, só que dor em todos os lugares do corpo. Que vergonha, pois em meus velhos tempos eu jogava “Betis”, jogava “Futebol”, nadava em qualquer tipo de rio, mergulhava em qualquer tipo de lagoa e ficava mais de 4 minutos embaixo d’água. Subia em árvores, remava como ninguém. Eu era um tipo de “bambambã” e tinha um preparo físico, não de atleta, mas que dava inveja a muita gente e, por isso me lembrei do passado. Ainda bem que meus “cabelos brancos” não foram em vão por reconhecer onde errei. Claro que vou continuar ouvindo meus “Beatles”, Jovem Guarda e meu ídolo “Elvis”. Só que vou olhar para trás e tentar resgatar, não os hábitos de antigamente, mas os conceitos. Se você tem mais de 40, ou mesmo menos, aprenda ou resgate estes hábitos que são verdadeiros tesouros. Até a próxima.

terça-feira, dezembro 16, 2014

“ACREDITAR é o primeiro passo para o MILAGRE”

Esta frase, assunto da minha mensagem, eu coloco a mais de quatro anos no final de todos meus avisos que envio aos meus amigos leitores. Já me perguntaram de quem é esta frase, só que eu não sei, coloquei a primeira vez sem ver em lugar algum, sendo assim ou é minha ou uma coincidência de pensamento, pois acredito piamente que temos que “Acreditar” nas coisas, se não, nossas vidas não teria sentido. Outro dia me questionaram porque mesmo “Acreditando”, o “Milagre” nunca vem. Fiquei mudo, até porque como é que vou saber se o “Milagre” não veio, pois que eu saiba só uma pessoa sabe como fazê-lo, mesmo por intermédio da Igreja ou de alguém muito iluminado, através de Jesus Cristo. A única coisa que eu sei e 99% das pessoas sabem que ele existe. Pode até tardar, mas acontece, é só acreditar e saber esperar a sua hora, se é que você mereça o “Milagre” que está esperando, já que não adianta nada ficar esperando e não fazer nada para que ele aconteça. É igual aquele velho bordão onde um “cara" pede a Jesus para que ele ganhe na Mega-Sena Jesus responde: “Eu posso até te ajudar meu filho, mas pelo menos jogue”. Não sei se está explicado, mas é assim que entendo. Sabe o porquê penso assim? É por que a maioria de nós somos assim, inclusive eu, espera cair do Céu. O problema é reconhecer isto e tentar mudar as atitudes. É o famoso “correr atrás”. Procurar melhorar a cada dia. Não ficar esperando um “Milagre” que nem Deus pode te dar a, não ser que você faça por onde merecê-lo Mas o motivo deste artigo é que está chegando o fim de ano, e como disse “Carlos Drumond de Andrade”Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o “Milagre” da renovação e tudo começa outra vez com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente. 

Muita gente ao final do ano pensa só em festa, mas não sabe o significado do “Natal”. “Natal” é uma festa Cristã em que se comemora o nascimento de “Jesus Cristo”, figura central do Cristianismo, nascido em 25 de dezembro. Só que muitos, na maioria das vezes, inclusive eu, tornam esta data como se fosse apenas uma festa ou feriado esquecendo-se de dar parabéns ao aniversariante. De fazer desta data uma espécie de meditação e confessamento de seus pecados e apenas pedindo “Milagres”, que se não acontecerem no ano vindouro desacreditam no verdadeiro valor do “Milagre”inclusive eu. Não me interessa que religião você pertença, o que interessa é que esta data é o ingrediente que identifica a “Fé”, apontam para a “Fé”, se concretiza em demonstração de amor, solidariedade para com os mais pobres, pelos mais necessitados de compreensão, de perdão, de oportunidade para que todos tenham uma vida digna para lutar pelos seus ideais e conquistar o verdadeiro “Milagre” que todos esperamos inclusive para nossos familiares com algum tipo de intolerância pela sociedade, doenças e as demais coisas que nos deixam às vezes a não acreditar em “Milagres”. Só que ele existe de verdade e pode acontecer a qualquer momento, quando menos esperamos. Sendo assim a palavra é “Acreditar”.  Até a pessoa “Cética” que não acredita em nada, que duvida principalmente deste tipo de discussão, mesmo assim nesta época “balança”, ao notar a “Fé” nos outros que acreditam, gerando dúvidas a sua própria crença, seja lá qual for. Portanto amigos e familiares. Desejo a todos vocês um “Feliz Natal”, data de nascimento de Cristo e um ano novo repleto de prosperidade, saúde e, além de sorte, que você acredite que o “Milagre” realmente existe. E só fazer por aonde que ele virá, pois “ACREDITAR é o primeiro passo para que ELE se concretize”. Um grande abraço de seu amigo Eduardo Doroteu e família. 
edudoroteu@gmail.com - www.facebook.com/ze.duda